Como já é habitual no curso de Turismo Ambiental e Rural (TAR), onde se privilegia a vertente prática da aprendizagem, os alunos entram em contacto com empresários e profissionais desta área, que partilham o seu saber de experiências feito.
      Assim, no dia 20 de janeiro, deu-se continuidade à série de colóquios para os alunos do 1º e 2º TAR, no auditório da escola, desta vez, abordando a temática do património imaterial linguístico local, apresentado por um filho de Peniche e também docente na nossa escola. O professor António Cação, economista de formação, diretor do curso acima mencionado, e conhecedor profundo dos viveres e dizeres das gentes de Peniche, apresentou e explicou a origem e alguns dados económicos que ajudam a compreender o fenómeno dos linguajares no nosso concelho. Ao longo do colóquio, foi expondo uma seleção de “ditos penicheiros”, provenientes de uma listagem muito mais vasta de pesquisas que o próprio efetuou, ao longo de alguns anos.
      Mais uma vez, os alunos participaram ativamente, identificando-se com muito do conteúdo apresentado. Nada que se estranhe, uma vez que esta sessão, nada mais foi do que uma compilação do património linguístico local, que se assume como parte da matriz identitária das nossas gentes.

Obrigado, professor Cação!!!

Av. 25 de Abril, 2520-202 Peniche - 262 780 340